Caros associados,

 

Como todos sabem, via comunicado anterior, o Corpo de Bombeiros notificou a Asuplama exigindo a adequação das muretas da plataforma, num prazo de 30 dias a contar de 10 de janeiro deste ano. Vínhamos nos recuperando financeiramente, enfrentando o tradicional período de inadimplência de nossos invernos. Face a essa demanda não prevista, o Conselho deliberou por colocar 3 chamadas extras de R$ 100,00 cada para os meses de Fevereiro, Março e Abril, e reajustar a mensalidade dos atuais R$ 80,00 para R$ 100,00 a partir do mês de Maio. Esse aporte seria necessário para efetuarmos as obras necessárias e ainda fazer o acerto de duas parcelas do INSS que ainda estavam pendentes na virada do ano. Sabíamos que o prazo para efetuar as obras era desafiado e o Corpo de Bombeiros nos permitiu que avançássemos até esta semana, quando por fim conseguimos concluir a adequação solicitada. A partir desta semana daremos continuidade com a pintura da plataforma, restabelecendo a atratividade de nossa plataforma para o turismo.

Agora, passados 40 dias do vencimento da primeira chamada extra, nos deparamos com uma realidade que muito nos preocupa que é o simples abandono da Associação. A plataforma contava até dezembro de 2018 com cerca de 300 associados, entre nossos 3 principais tipos de sócios, que seriam os remidos, contribuintes e usuários. Dada a natureza do aporte necessário, todos os sócios remidos deveriam igualmente pagar as chamadas extras, porém, dos 78 sócios desta modalidade, apenas 47 pagaram. Dos 220 sócios não remidos, 154 não recolheram suas mensalidades e apenas 64 pagaram as mesmas e a chamada extra do mês.

Como podem imaginar esses números não são suficientes para que consigamos enfrentar os desafios de deixar nossa porta aberta. Somos responsáveis por 7 funcionários e por manter a plataforma de forma a dar segurança para todos que ali frequentam. Precisamos que todos continuem a recolher suas mensalidades e chamadas extras. Nesse sentido, estamos abertos a facilitar o máximo possível, parcelando até em 10 vezes as chamadas se assim for necessário.

Desde o primeiro dia que assumi como presidente da Asuplama, lá por 15/12/17, busco implementar um ambiente de responsabilidade, de moral, de disciplina e de tratamento igualitário. Implementamos controles de forma a erradicar excessos que vinham ocorrendo e prejudicando nossa associação. Sinto orgulho de ver que muito avançamos nesse sentido. Muitos sócios têm contribuído no esforço de me ajudar a carregar o pesado piano que me foi deixado neste ano de 2018 e agora em 2019. Não podemos perder essas conquistas que foram feitas por todos que atravessaram o ano de 2018 juntos conosco, sem a motivação de ajudar apenas quando algum cardume encosta.

Novamente reitero meu pedido de que acertem suas contas, sendo que parcelaremos conforme for melhor para cada um, mas, por favor, não abandonem a Asuplama. Precisamos que todos, sejam remidos, usuários ou contribuintes abracem essa causa.

 

Abraço a todos

 

José Luís Rodrigues Rabadan

 

 
 

Desenvolvido por